O que Acontece

Novembro azul: câncer de próstata pode atingir cães e é raro em gatos

No mês de novembro acontece em todo país a campanha de conscientização sobre o câncer de próstata. A doença atinge não só os homens, mas também os animais domésticos. Apesar de a incidência ser bem menor nos cães e rara nos gatos, exames periódicos são a melhor maneira de prevenção e diagnóstico precoce.

Segundo a veterinária Bianca Jacob Shimizu, da Clínica Veterinária Franciscão, os principais sintomas da doença são dor para urinar ou defecar e presença de sangue na urina. O diagnóstico pode ser feito através da avaliação do veterinário, com exames complementares de sangue, imagem e punção.

O tratamento vai depender do tipo de tumor, mas normalmente é cirúrgico, podendo ou não ser seguido de quimioterapia. Bianca ressalta que o câncer de próstata não tem relação com o porte do animal e pets com mais de oito anos possuem pré-disposição para a doença.

Já a hiperplasia prostática benigna (HPB) é muito comum nos cães, principalmente em animais idosos.  A doença consiste em aumento da próstata, com carácter benigno, e pode ser prevenida com a castração.

Receba Novidades